ORIGENS

"Mourilena" nome de antigamente,aldeia no termo da vila de Sintra, freguesia de N.S. da Purificação de Montelavar, terra de gente simpática e hospitaleira, conheceu a sua expansão enquando localidade com a atividade economica associada à industria dos marmores, sendo também conhecida pelo comercio de mobiliário. No respeitante ao património histórico construído pode-se referir pela importância e antiguidade que têm a Capela da Nossa Senhora da Conceição, edificada no século XVII, e o Aqueduto da Granja (Arcos Pombalinos), construído no século XVIII, para abastecer o então Casal da Granja, conhecido como Granja do Marquês povoação de Morelena, grafada em documentos antigos como Mourelena, portanto, terra de mouros..

LOCALIZAÇÃO

Morelena faz parte do agrupamento de freguesias de Almargem do Bispo, Montelavar e Pero Pinheiro, no concelho de Sintra. Situada a 1km da vila de Pero Pinheiro, na estrada nacional 117, é uma pequena aldeia com cerca de 1000 habitantes, fazendo fronteira entre localizações Industriais e Terrenos de Reserva Agricola

LIOZ de MORELENA

Lioz ou pedra lioz é um tipo raro de calcário que existe em Portugal, no concelho de Sintra. Os seus depósitos foram formados no período Cenomaniano-Cretácico num ambiente de mar pouco profundo com águas quentes e límpidas, propícias à proliferação de bancos de recifes. A sua exploração começou há mais de 8 séculos: construção dos antigos edifícios, igrejas e monumentos da região de Lisboa, como o Mosteiro dos Jerónimos a Torre de Belém ou o Convento de Mafra.